Asunirio divulga composição das chapas inscritas para eleição da Diretoria Executiva.

A Comissão Eleitoral do Processo Sucessório da Diretoria Executiva e Conselho Fiscal da ASUNIRIO, eleita na Assembleia Geral Extraordinária no dia 29 de agosto de 2018,  divulgou a relação dos candidatos inscritos para o processo eleitoral do biênio 2018-2020. Inscreveram-se duas chapas:

Chapa 1 – “Juntos é possível enfrentarmos o desafio”.

 

01 –  Coordenação Geral

         Oscar (PROGEPE), Alessandra  F. Werner da Costa do Nascimeto  (10°  Enfermaria/HUGG),  Paulão( IB/CCBS).        

02 –  Coordenação de Políticas Sociais, Esporte e Lazer

          Pedro Andre (Escola de Medicina/CCBS), Milton Ernani (Escola de Nutrição/CCBS).       

03 –  Coordenação de Educacão

         Raquel (Comissão Permanente de Licitação/PROAD), Aristides A. Domingos Filhos ( Aposentado).

04 –  Coordenação Jurídica e Relações de Trabalho

         Sonia Maria Madeira (CME/HUGG), Alexandre Ferreira Braga (IB/CCBS).

05 – Coordenação de Gênero, Raça e Etnia

        Miguel Luiz de Araujo Ferreira (Biblioteca Central), Francisco Italo Lima dos Santos ( NEPPA/CLA).

06 –  Coordenação de Administração e Finanças

          Luis Carlos da Silva (CLA), Jose Carlos Passarelli (IB/CCBS).       

  07- Coordenação de Assuntos de Aposentadoria e Pensão

         João Bosco (aposentado), Juliana Nunes Leite (IBIO/CCBS).

07 –  Coordenação de Políticas Sindicais e Comunicação

         Luciane Alves Moreira (PROPGPI), Airton Pinto de Souza (IB/CCBS).      

08 –  Diretores Suplentes

         Paulo Roberto P. de Oliveira (Transporte/Reitoria), Renato Savaro (Manutenção/HUGG), Paulo Luiz (Administração de

Edifício/Reitoria).

 

 

Chapa 2 – “ASUNIRIO FORTE”.

Coordenação Geral:

Wilson Ferreira Mendes (Almoxarifado Central),  Sheila Maria Custodia Artur Bernardes, (Enfermagem HUGG),  Vagner Miranda Vieira da Cunha (DEMEG)

Coordenação de Educação:

Ana Paula da Silva Soares Rego (Enfermagem HUGG), Silvia Helena da Silva Figueira (Enfermagem HUGG).

Coordenação de Finanças:

Francisco Daniel da Silva Monteiro (PROEX), Marcio Jaimovick (DF/DAA).

Coordenação de politicas Sindicais:   

Ricardo Almeida Rocha (DAA), Deise da Costa Saad (DF/DAA).

Coordenação de politicas Sociais:  

Louyse Martins Gomes (CCJP), Cristina Alexia Ferreira Marques da Cunha (Enfermagem HUGG).

Coordenação Jurídica:  

Benedito Cunha Machado (APOSENTADO), Sidney Oliveira Rodrigues (CETRA/DAA)

Coordenação de Aposentados:   

Antonio Luiz Mendonça Correira (DF/DAA), Maria do Carmo da Costa Dantas  (Enfermagem HUGG)

Coordenação de Raça/Gênero 

Selma Gomes Barbosa  (Enfermagem HUGG), Nancy Guimarães Ferreira Silva  (Enfermagem HUGG)

Suplentes:        

Edilan Fialho dos Santos (DF/DAA), Josimar Coelho Rodrigues (SA/CCH), Marcus do Espírito Santo Ferreira (IB)

 

 

 

Programa Chapa 1 “Juntos é possível enfrentarmos o desafio”.

Políticas Internas para adoção no âmbito na Unirio e da FASUBRA:

01) Propor políticas que facilitem o atendimento médico no HUGG, sem levar o prejuízo a

      sociedade, para os servidores  ativos e aposentados da Unirio;

02) Propor políticas que incluam os servidores de cargos extintos para realização das tarefas

       ligadas as suas verdadeiras atribuições, garantido-lhes a readaptação, quando for o caso,

       para atribuições em setores que garanta o seu desenvolvimento e, proporcionando

       os mesmos direitos dos servidores com cargos não extintos na Unirio;

03) Propor políticas na Unirio referentes às normatizações editadas na Lei 13.146/2015, para

      pessoas com deficiência na Universidade;

04) Propor políticas na Unirio de inclusão e valorização dos servidores aposentados nas

     atividades da Universidade;

05) Propor políticas na Unirio para atendimento de servidores que não concluíram o Ensino

      Fundamental e Médio com objetivo de melhorar a qualidade de vida desses trabalhadores;

06) Propor políticas na Unirio,  no sentido de recadastrar os servidores ativos e aposentados

       visando criar canais mais rápidos possíveis de comunicação;

07) Propor políticas na Unirio visando facilitar a busca de informações de interesses dos

       servidores da Universidade;

 

08) Propor políticas na Unirio que viabilizem estudos e análises, no sentido de incorporação

      dos servidores demitidos sem o esgotamento, a comprovação e a transparência necessária

      para o ato de desligamento;       

09) Propor política na Unirio que viabilize incentivos ao servidores ativos e aposentados para

      cursos  preparatórios de Graduação, Pós-Graduação (Lato Sensu e Stricto Sensu);

10) Propor Políticas na Unirio que garanta a reserva de vagas gratuitas a servidores ativos e

      aposentados nos cursos de Pós-Graduação (Lato Sensu e Stricto sensu) no âmbito da

universidade;

11) Propor políticas na Unirio visando combater de forma permanente o assedio moral, o 

       assedio sexual ou qualquer outra forma de violência contra o trabalhador(a);         

12) Propor políticas na Unirio visando combater de forma permanente qualquer tipo de

       descriminação no âmbito da universidade;

13) Propor políticas na Unirio que viabilize  plano de saúde para servidores ativos e

       aposentados e familiares;

14) Propor encontros nas unidades da Unirio, entre os servidores, Reitor, Pró-Reitor de Gestão

      de Pessoas, Pró-Reitor de Administração, engenheiro do trabalho, arquitetos e profissionais

      da saúde, para debater as condições de trabalho e os relacionamentos vividos entre as

chefias  e os trabalhadores;

15) Propor estudo junto a FASUBRA para corrigir as distorções e o aperfeiçoamento do Plano

      de Carreira dos Técnico-Administrativos, reativando a ideia inicial do plano referente ao

      concurso interno para os servidores;

16) Propor Estudo na Unirio para viabilização da criação do Plano de Desenvolvimento dos

      Servidores Técnico-Administrativos, conforme estabelecido no Decreto nº 5.825/2006,

      observando os critérios do dimensionamento, da capacitação, da qualificação e da

      avaliação de desempenho; 

17) Propor revisão nos processos de trabalho dos servidores da Unirio, garantido sua inclusão

      de forma participativa e respeitosa, criando procedimentos de otimização e direcionamento

      das atividades rotineiras, oferecendo condições de trabalhos adequados, e,

      consequentemente,  promovendo sua qualidade de vida;

18) Propor estudo e análise no contrato entre a Unirio e a EBSERH, no sentido do

      cumprimento dos acordos firmados entre os dois órgão;

19) Lutar pela criação da Instalação da Comissão de Administração de Conflitos na UNIRIO;   

20) Lutar permanente contra qualquer forma de privatização no ambitos das IFES;

21) Retomar a discussão, junto a reitoria, para obtenção das 30 horas para servidores da

      Unirio;

22) Lutar contra qualquer forma de controle e pressão sobre os servidores, mas sim

      favorecendo ações por meio do diálogo e pela organização responsável e participativa nos

      trabalhos;  

23) Lutar contra a implantação da Instrução Normativa n° 02, do Ministério do Planejamento de

      12/09/2018;

24) Fortalecer a participação dos servidores nos espaços coletivos, no sentido do

    aprimoramento nas ações dos servidores;

25) Luta permanente pela isonomia  no tratamento entre os três segmentos na Unirio;

26) Propor que as funções de Assessoramento, Pró-Reitoria, Direção, Coordenação e Chefias

       na Unirio,  sejam ocupados por servidores do quadro permanente da universidade, sendo

       estes do RJU;  

27) Propor que a Eleição para Reitor na Unirio seja composta de chapas com ocupantes para:

      Vice-Reitoria e Pró-Reitorias;

28)  Incentivar as atividades intergeracionais dos servidores da Unirio (aposentados e ativos)

       por meio do projeto Renascer;

29) Promover convênios com Farmácias, Laboratórios de Análises Clinicas, Serviços

      Odontológicos, Super Mercados, Instituições para compra de moradia, cursos de línguas

      estrangeiras, dentre outros, para servidores ativos e aposentados;

30) Promover encontros com grupos de apoio a alcoolismo, drogas dentre outros para

      servidores ativos e aposentados e familiares;

31) Propor visitação de profissionais da área da saúde do trabalhador nos setores de trabalho

       para prevenção de riscos no ambiente de trabalho;   

32) Promover Cursos de Comunicação e Formação Sindical;

33) Promover Cursos de “Como falar em Publico”;

34) Propor a retomada da discussão com a reitoria para a criação de creche para filho dos

       servidores da Unirio; 

35) Propor estudos no sentido de reavaliação do percentual da Insalubridade;

36) Propor transparência no processo de distribuição do APH;  

37) Lutar por aumento salarial para categoria;

38) Propor discussão sobre a criação de uma equipe de pronto atendimento para unidade

       móvel terrestre inter-hospitalar e aquisição de ambulância tipo B para o HUGG.

 

Políticas internas para adoção no âmbito administrativo da ASUNIRIO  

39) Propor reforma no Estatuto da ASUNIRIO, dentre outras, garantir a filiação e

       respectivamente a representação do Servidores Celetistas da Unirio;

40) Propor reforma no Estatuto da ASUNIRIO, garantindo o mandato da Diretoria  e do

      Conselho Fiscal da ASUNIRIO por 2 (dois) anos, com direito apenas a uma reeleição

      consecutiva,  parcial ou total  de seus membros, em  eleição por meio do voto direto dos

      seus associados;  

41) Propor estudos para viabilização no Estatuto da ASUNIRIO para criação da Coordenação

      de Defesa dos direitos das pessoas com deficiências;

42) Propor estudos de viabilidade junto a área jurídica no sentido de transformar  a ASUNIRIO

       em Sindicato;

43) Propor a criação da Sede Campestre da ASUNIRIO;

44) Investir de forma a estruturar a área de comunicação da ASUNIRIO;

45) Propor Sala de Atendimento da ASUNIRIO, no âmbito do  HUGG,  para seus associados.

46) Promover visitação permanente nos locais de trabalhos dos servidores da Unirio, visando

      levantar as necessidades dos trabalhadores;

47) Promover debates nas diversas unidades da Unirio, com os servidores, visando nivelar o

       conhecimento sobre diversos temas para as ações da ASUNIRIO;

48) Promover campanha de filiação na ASUNIRIO;

49) Promover eventos de interesse dos associados e, em conformidade com as deliberações

      das assembleias;

50) Promover assembleias itinerantes;

51) Promover a reorganização administrativa no âmbito da ASUNIRIO;

 

 

Programa Chapa 2 – “ASUNIRIO FORTE”

PROGRAMA PARA O BIÊNIO 2018 – 2020

 

–         Transformar a ASUNIRIO em Sindicato;

–         Realizar Assembleias itinerantes;

–         Elaboração do Regimento interno da ASUNIRIO

–         Promover atividades sociais e culturais;

  • Lutar contra toda e qualquer discriminação (religiosa, gênero, raça, etnia, etc.);
  • Realizar o I Congresso da ASUNIRIO;
  • Lutar contra terceirização da Universidade Pública;
  • Lutar pelo reposicionamento na carreira dos aposentados e pensionistas;
  • Lutar por melhores condições de trabalho para os servidores da UNIRIO;
  • Lutar pelo aprimoramento do Plano de Carreira dos Técnico-Administrativos;
  • Lutar por um Plano de Desenvolvimento na UNIRIO para os T.A.E;
  • Lutar pelo aperfeiçoamento da Avaliação de Desempenho dos T.A.E da UNIRIO;
  • Lutar pela implantação das 30h semanais sem redução salarial;
    • Lutar contra a implantação do ponto eletrônico imposta pelo Ministério do

Planejamento, que retira da universidade sua autonomia;

  • Lutar por isonomia entre os três poderes no recebimento de auxilio alimentação;
  • Lutar por criação de creche na UNIRIO;
  • Lutar em defesa do Projeto para os HU’s defendido pela FASUBRA;
  • Consolidação no HUGG do atendimento médico exclusivo para servidores

           e futuramente seus dependentes;

  • Construção da sede da ASUNIRIO no HUGG;
  • Compra de uma sede campestre;
  • Promover cursos de Capacitação, Qualificação dos T.A.E;
  • Realizar convênios de interesse dos associados com prestadores de serviço:
  • a) cursos de línguas estrangeiras;
  • b) educação formal;
  • c) curso preparatório de pré-vestibular;
  • d) laboratório de análises clínicas;
  • e) hotéis e pousadas, etc;
  • f) supermercados.
  • Intensificar a representação da ASUNIRIO junto aos órgãos institucionais;
  • Mobilizar os aposentados e pensionistas para os fóruns da ASUNIRIO
  • Promover palestras, seminários e conferências de interesse dos associados.
  • Criar o Programa BEM ESTAR e SAÚDE.

 

A chapa ASUNIRIO FORTE tem como principal objetivo lutar, em conjunto com a comunidade universitária, por uma universidade pública, gratuita, democrática e de qualidade.

Rio de Janeiro, 09 de outubro de 2018

 

 

 

 

 

     

 

Direção Colegiada da ASUNIRIO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *